TCE-PI realiza reunião com Secretarias Estaduais para a apresentação do IEGE

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) apresentou, na manhã desta segunda-feira (14), a metodologia de apuração de indicadores finalísticos destinados a compor o Índice de Efetividade da Gestão Estadual (IEGE-Brasil) que contou com a presença de representantes de setes Secretarias Estaduais de Saúde, de Educação, de Fazenda, do Meio Ambiente, de Desenvolvimento Econômico e de Segurança Pública.

O conselheiro Olavo Rebelo, presidente do TCE-PI, deu abertura à reunião enfatizando o trabalho coletivo para o desenvolvimento e evolução dessa nova ferramenta avaliativa. “O IEGE irá servir de parâmetro para o governo. O Tribunal de Contas vai fazer um trabalho conjunto com as Secretarias e esperamos que este índice seja cada vez mais efetivo”, declarou o presidente.

A auditora de controle externo Valéria Leal foi quem apresentou a metodologia do IEGE − cuja proposta é avaliar a qualidade dos meios empregados para se alcançar, de forma abrangente, a efetividade da gestão estadual −, composto de sete dimensões: saúde, educação, segurança pública, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente e desenvolvimento econômico. 

“O índice está sendo lançado este ano, um ano de eleição para que já no próximo ano o índice possa ser usado na elaboração dos Planos Plurianuais (PPA)” explicou a auditora.

A ideia é que se alcance excelência nos relatórios de Contas de Governo, aproximando-os daquilo que recomendam entidades superiores de controle como a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e a Organização Internacional de Entidades Fiscalizadoras Superiores (Intosai).