Servidores do TCE-PI participam de treinamento do sistema Aprimore

Servidores do Tribunal de Contas do Piauí (TCE-PI) participaram de capacitação e treinamento sobre a utilização do sistema Aprimore, ferramenta capaz de melhorar a coleta de dados para o Marco de Medição de Desempenho dos Tribunais de Contas do Brasil (MMD). O treinamento, que se iniciou na manhã de quinta-feira (21) e finalizou na manhã desta sexta-feira (22) na Escola de Gestão e Controle, contou com a participação da comitiva da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon).

“O sistema Aprimore vem para substituir a antiga metodologia que era constituída por uma planilha e diversos documentos avulsos. Agora a papelada será reunida em um único sistema, permitindo uma maior confiabilidade na captação dos dados e tratamento das informações. E a maior vantagem é o acompanhamento em tempo real por todos os envolvidos nessa avaliação, proporcionando a rastreabilidade das alterações que são executadas”, informou Luciano Andrade, Auditor do TCE-PE e membro da comitiva.

Para Luís Batista, secretário de Controle Externo do TCE-PI, a capacitação foi bem satisfatória para os servidores do Tribunal, já que o Aprimore vai realizar a avaliação com muito mais celeridade e confiabilidade nos dados, tornando mais aptos a responder a próxima edição do Marco de Medição, que será em 2022.

“O Piauí foi um dos privilegiados em receber a visita da comissão da Atricon, pois teve o acesso em primeira mão a essa ferramenta que poderá ser tão útil tanto para uma validação e uma revisão, do que respondemos no MMD de 2019. A nossa equipe do TCE-PI conseguiu desempenhar satisfatoriamente, sem maiores dificuldades, o Aprimore, e certamente ele trará ganho imenso ao sistema do Tribunal de Contas ao permitir uma consolidação rápida dos resultados”, destacou Luís Batista.

Participaram do treinamento os servidores Débora Jamille Canuto (Governança), Antônio Ricardo Mousinho (Governança), Lucine Batista (Chefe da Governança), Luís Batista (Secretário de Controle Externo) e Valéria Leal (diretora-executiva da Escola de Gestão e Controle).

Comitiva

A comitiva é formada pelo Conselheiro Sebastião Carlos Ranna de Macedo (TCE-ES), Conselheiro Edilson de Sousa Silva (TCE-RO); os Auditores Risodalva Castro (TCE-MT) e Luciano Andrade (TCE-PB); as assessoras Amanda Augustinho (TCE-MT) e Paula Fontes (TCE-MT), e os servidores Juscelino Vieira e Hugo Viana (TCE-RO).

MMD

O MMD acontece a cada dois anos e faz parte do Programa Qualidade e Agilidade dos Tribunais de Contas (QATC) e visa fortalecer o sistema Tribunal de Contas como essencial ao controle dos recursos públicos e à cidadania e estimular a transparência das informações, das decisões e da gestão dos Tribunais de Contas.

O ciclo de 2021 foi adiado por conta da pandemia da covid-19, e deve ser realizado em 2022 com a utilização do software Aprimore.