TCE-PI recebe Atricon e testa nova ferramenta de avaliação do MMD

 

Na manhã desta quinta-feira (21), a presidente do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), Lilian Martins recebeu a visita da comitiva da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) para apresentar a “Aprimore”, ferramenta capaz de melhorar a coleta de dados para o Marco de Medição de Desempenho dos Tribunais Contas do Brasil (MMD). A comitiva fica até esta sexta-feira (22) fazendo apresentação e capacitação com servidores do Tribunal sobre o software.  

“Ficamos muito felizes com a participação do TCE-PI nesse projeto piloto que pretende melhorar a autoavaliação dos Tribunais de Contas de todo Brasil. O sistema vai deixar as ações dos Tribunais de Contas em evidência e facilitar o MMD.”, destacou a presidente Lilian Martins.

De acordo com o Conselheiro Substituto Jaylson Campelo, a ferramenta vai possibilitar uma maior agilidade, segurança e transparência no processo de avaliação do Tribunal de Contas e do próprio Tribunal de Contas da União (TCU).

“O Aprimore vai propiciar mais segurança e transparência, além de permitir uma visualização de todos os setores em tempo real. À medida que a avaliação vai sendo realizada, a presidência poderá fazer todo acompanhamento”.  

A apresentação da ferramenta Aprimore está sendo feita em seis Tribunais de Contas das cinco regiões do país. São eles: TCE do Amazonas, TCE do Mato Grosso, TCE do Espírito Santo, TCE do Piauí, TCE de Santa Catarina e TCM de Goiás.

“A visita aos Tribunais selecionados de cada região do país, é para apresentar e aplicar a ferramenta para que os servidores possam interagir e se familiarizar com ela. Nós também queremos ouvir esses tribunais naquilo que eles possam contribuir com críticas, ideias e soluções para que a Aprimore possa ser melhorada e aperfeiçoada”, ressaltou o Conselheiro Edilson de Sousa Silva (TCE-RO), Coordenador Técnico da Comissão de Coordenação Geral do MMD.

O Conselheiro Sebastião Carlos Ranna de Macedo (TCE-ES) e o Conselheiro Edilson de Sousa Silva (TCE-RO) também participaram da sessão plenária, no qual foram recepcionados pela presidente Lilian Martins.

Comitiva

A comitiva é formada pelo Conselheiro Sebastião Carlos Ranna de Macedo (TCE-ES), Conselheiro Edilson de Sousa Silva (TCE-RO); os Auditores Risodalva Castro (TCE-MT) e Luciano Andrade (TCE-PB); as assessoras Amanda Augustinho (TCE-MT) e Paula Fontes (TCE-MT), e os servidores Juscelino Vieira e Hugo Viana (TCE-RO). 

MMD

O MMD acontece a cada dois anos e faz parte do Programa Qualidade e Agilidade dos Tribunais de Contas (QATC) e visa fortalecer o sistema Tribunal de Contas como essencial ao controle dos recursos públicos e à cidadania e estimular a transparência das informações, das decisões e da gestão dos Tribunais de Contas.

O ciclo de 2021 foi adiado por conta da pandemia da covid-19, e deve ser realizado em 2022 com a utilização do software Aprimore.